A Diretora

Lisiane Cohen é bacharela em Publicidade e Propaganda (PUCRS-1987), especialista em Produção Cinematográfica (PUCRS-2000) e mestra em Ciências da Comunicação (Unisinos-2010). Atualmente, faz pós-graduação em Psicanálise: prática e teoria. É professora na graduação e pós-graduação da Unisinos desde 2003. Iniciou sua carreira no final dos anos 80 produzindo, roteirizando e dirigindo curtas-metragens em Super-8. Foi com esses filmes que ganhou seus primeiros prêmios Kikitos em Gramado. São mais de 30 anos dedicados à produção, roteiro e direção de inúmeros filmes, programas de TV, séries e webséries. Dentre seus curtas mais destacados estão Gota de Teatro (1987 – melhor documentário em Super-8 no Festival de Gramado de 1988) Acreditem! (1987 – melhor ficção em Super-8 no Festival de Gramado de 1988) Hoje tem Felicidade (2005 – melhor curta-metragem no curta-se de Sergipe em 2005 e diversos outros prêmios em festivais e mostras pelo Brasil. Foi selecionado para Festivais e mostras no exterior como Festival de Nova York, e exibido em países como França, Espanha, Áustria, Canadá, EUA, Alemanha, Suécia e Suíça.) e Penalidade Máxima (2007 – melhor direção e montagem no Prêmio Histórias da RBSTV). Nos anos 90, por 4 anos morou no Rio de Janeiro onde trabalhou como atriz em diversos espetáculos teatrais. De volta a Porto Alegre, passou a produzir vários programas no Núcleo de Especiais da RBSTV. Fundou a produtora Margem Cinema Brasil no início dos anos 2000. É produtora de reconhecidos e premiados trabalhos como A noite do Senhor Lanari, de Flávia Seligman, Intimidade, de Camila Gonzatto (vencedor de diversos prêmios nacionais e internacionais); Miopia, de Muriel Paraboni (também vencedor de vários prêmios nacionais e internacionais), As Aventuras do Avião Vermelho, de Frederico Pinto e José Maia (longa-metragem em animação exibido em todo o país e em inúmeras mostras e festivais pelo mundo). É show runner e diretora na websérie (Branded Content) Nascidos para Medicina que concorreu ao Cannes Lions 2017 em 3 categorias. É show runner, roteirista e diretora da série Lua em Câncer com 13 episódios de 26 min que está finalizada com exibição à definir. É roteirista e diretora da websérie O Inferno de Marina com previsão de lançamento no segundo semestre de 2019. Em 2019, realizou Lua, vídeoclipe da cantora Daya Moraes que se encontra em fase de pós-produção e será lançado em setembro de 2019. É Produtora Executiva do documentário, longa-metragem, Andriele, de Elisa Pessoa, vencedor do Edital nº 5, do MINC, Documentário sobre Infância e Juventude, em fase de contratação pelo BRDE.

Segue o reel com os últimos trabalhos da diretora:

Captura de Tela 2020-02-17 às 17.42.06